Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Iluminação de Natal em Lisboa

por Anabela Andrade Santos, em 06.12.14
É incrível como o que nos é transmitido em criança, conscientemente ou não, nos molda pela vida fora. Os rituais que existiam e que na altura não atribuíamos importância, mais tarde estamos nós a fazê-los, levando desta vez os nossos filhos. 

São muitos os exemplos, como o levar a minha filha aos tecidos Vidal, passearmos na baixa e lanchar na Nacional, comprar lãs na Brancal, ir de propósito à Pollux à procura de algo específico, independentemente de termos a mesma coisa perto de casa ou ter que ir religiosamente todos os anos à feira do livro e subir e descer o Parque Eduardo VII várias vezes, mesmo que não exista nenhum livro para comprar (o que não acontece seguramente) e ter que comer um gelado sentada na relva e no fim uma fartura, mesmo que não tenha fome. 

O mês de dezembro iniciava-se com as iluminações de Natal. Era uma alegria sair depois do jantar para passear na baixa, ver a iluminação e ficar literalmente com o nariz encostado à montra dos brinquedos dos Armazéns do Chiado e do Grandela. A juntar a tudo isto, logo de manhã começava toda a aventura do presépio e da árvore de Natal: apanhar o musgo, desembrulhar todas as figuras, fazer montes e vales, rios e lagos em cima de uma cómoda e preparar as fitas, bolas e luzes da árvore. 

Hoje não vamos apanhar musgo, a árvore é mais pequena e moderna, o presépio é muito mais simples mas, a 1 de dezembro impreterivelmente a árvore é feita, a decoração de Natal é colocada pela casa e o presépio sai da caixa até ao dia 6 de janeiro. Como não podia faltar, na primeira oportunidade, lá vamos ver a iluminação de Natal e posso garantir que cada um à sua maneira, vive este momento de uma forma muito especial como se o Natal não fosse o mesmo se não se cumprisse esta tradição.


Pastel de Nata e leite com chocolate no Martinho da Arcada

A noite a cair em Lisboa. Esta cidade é realmente linda em qualquer altura do dia




publicado às 01:04


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D